16/07/2008

Carta ao Bicho Homem

Olá, eu sou um guaxinin, não tenho um nome próprio como você que supostamente é considerado superior entre todas as raças existentes.

E é justamente em nome dessa superioridade que vim lhe pedir ajuda. Alguns seres de sua espécie, são desprovidos de qualquer senso de humanidade, ironicamente a única coisa que distingüe a sua raça da minha. E em nome do lucro, do dinheiro e da indústria da moda sacrificam e dizimam de forma cruel e inimaginável animais da minha raça e de outras como chinchilas, coelhos, cachorros, gatos e zurrilhos.

Essas atrocidades acontecem em vários lugares do mundo, mas com destaque especial para as fazendas de criação da China.

Justo a China que se empenhou tanto para sediar os Jogos Olímpicos, sinônimo de fraternidade, amor e superação mantém em suas entranhas fazendas que são verdadeiros campos de concentração animal. Óbviamente que o acesso a tais locais são proibidos para estrangeiros. Mas na raça de vocês existem boas espécies que conseguiram se infiltrar em uma delas e filmar nosso martírio. Foi onde me conheceram. Faço aqui meu apelo, repassem essas imagens e não deixem que isso continue acontecendo!

Não faço mal a ninguém e minha espécie é tão importante no ecossistema quanto a sua.
Quantos animais ainda terão que morrer de forma cruel? Quantos filhotes nascerão para morrerem logo em seguida de forma tão vil? Quantos outros enlouquecerão por viverem em gaiolas fétidas e minísculas? E quantos comerão seus próprios corpos pelo desespero de viver sem água, comida e condições inóspitas?

Esses heróis da sua espécie que fizeram essas imagens podem ser melhor conhecidos e ajudados aqui .
Faça sua parte, não se anule nem se iguale a esses algozes da vida animal. Não compre peles originais, não alimente essa indústria dos horrores. Que minha morte sirva pra alguma coisa e que meu olhar agonizante e desesperado por ajuda toque seu coração.
Obrigada e Adeus.

ps.: As imagens desse vídeo são muito fortes, não deixe crianças pequenas assistí-lo.


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que bom te ver por aqui! Que tal me deixar feliz com um recado teu?